7 de fevereiro de 2012

Estão abertas as inscrições para a 19ª edição do Cinesul

AS INSCRIÇÕES DEVEM SER FEITAS DIRETAMENTE NO SITE DO FESTIVAL

Até março, o Cinesul 2012 – 19° Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo recebe inscrições de longas, médias e curtas-metragens para sua mostra competitiva. O festival acontece no Rio de Janeiro de 12 a 24 de junho. Para a competitiva poderão se inscrever obras em qualquer suporte de ficção ou documentais divididas nas seguintes categorias: longa-metragem (mais de 61 minutos) e curta e média-metragem (até 60 minutos). Os trabalhos deverão ter sido finalizados entre 2010 e 2012 e não podem ter sido exibidos em salas comerciais brasileiras ou na televisão aberta. Um filme que já tenha sido inscrito e não tenha sido selecionado, pode participar novamente. E não há número limite de inscrições de um mesmo realizador. O Cinesul terá exibições no Centro Cultural do Banco do Brasil, Centro Cultural Correios, Cinemateca do MAM, entre outros.
As inscrições vão até o dia 20 de março e deverão ser feitas diretamente pelo site Cinesul acesse o link aqui. Com data de postagem até o dia 20, deve ser encaminhado pelo correio uma cópia do filme ou do vídeo proposto no formato DVD (região zero ou 4). O endereço é Pulsar Artes & Produção /Cinesul 2012 (Rua Senador Dantas, 29 sala 34.– Cep: 20031-202 - Rio de Janeiro – Brasil).
A confirmação do recebimento do DVD será através de e-mail. O resultado da seleção será comunicado a todos os participantes a partir do dia 30 de abril, também por correio eletrônico. O regulamento completo está disponível no site do festival.
A História do Cinesul
O Cinesul - Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo foi criado, em 1994, no Rio de Janeiro como uma mostra de cinema e vídeo dos países do Mercosul, a partir de iniciativa do Centro Cultural Banco do Brasil, tendo ampliado seu alcance já em sua terceira edição. Ao longo desses anos, cresceu e se estabeleceu definitivamente como uma vitrine da produção cinematográfica latino-americana. Desde a edição de 2006 passou a aceitar nas mostras competitivas trabalhos da Península Ibérica e, desde o ano 2008, filmes em todos os suportes.
Em 2011 foram exibidos cerca de 264 filmes de cinematografias de países como Brasil, Argentina, Cuba, México, Espanha, entre outros. Desses, 18 longas e 56 curtas e médias-metragens participaram da mostra competitiva e os demais chegaram às telas em mostras paralelas como “Palcos e Telas”, “Cinesul Ambiental”, “Arte Cinesul”, “Romance Latino”, “Foco Espanha”, “Bossas Musicais”, “Cinesul Animado”, “Cinesul Ambiental”, “Cinema ao Pé da Letra”, “Viagens e Fronteiras” e “Cinesul Fantástico”. Os premiados pelo júri nas categorias melhor longa de ficção e melhor longa documentário foram, respectivamente, a coprodução entre Espanha e Itália “De mayor quiero ser soldado”, de Christian Molina; e “Claudia”, do argentino Marcel Gonnet. Entre os curtas e médias-metragens, que competiram na mostra Videosul, o melhor de ficção e o melhor de documentário foram, respectivamente, “Los minutos, las horas”, de Janaína Marques Ribeiro, uma coprodução Cuba/Brasil; e o brasileiro “Alumia”, de Andréa Ferraz e Carol Virgulino. O público também pode eleger as suas produções favoritas. Entre os longas foram escolhidos o de ficção “Curitiba Zero Grau”, de Eloi Pires Ferreira; e o documentário “Malditos Cartunistas”, de Daniel Paiva e Daniel Garcia. Na mostra Videosul, o público elegeu o espanhol “Hidden Soldier”, do diretor Alejandro Suárez, de ficção; e o documentário “Padre Motard”, do português Neni Glock.
O Cinesul é fruto do trabalho da Pulsar Artes e Produção, empresa fundada pela pesquisadora e jornalista Ângela José do Nascimento, e agora dirigida pelo produtor e pesquisador Leonardo Gavina.

2 comentários:

  1. Não consigo achar o link no site para inscrever o meu filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre na página e aperte a tecla F5, deve resolver. Abraços

      Excluir